Notícia – Atuação de Homero na Câmara tem ênfase na fiscalização

Fiscalização e transparência: as marcas do mandato

Um parlamentar completamente diferente. Quem acompanha a atuação de Homero Marchese como vereador de Maringá chega facilmente a esta conclusão. Homero tem atuado com independência e coragem, honrando seus eleitores, a cidade de Maringá e cumprindo a determinação constitucional atribuída ao cargo. Tudo é feito de maneira transparente, com contínua prestação de contas do mandato à população.

Análise de licitações, acompanhamento de contratos, ações e serviços, visitas a estabelecimentos públicos (unidades de saúde, escolas, CMEIs, secretarias, etc.) e muita informação à população. O trabalho de fiscalização desenvolvido pela equipe de Homero é constante e reconhecido mesmo por quem não pensa politicamente como ele. A equipe de Homero já levou ao conhecimento da sociedade, Prefeitura e órgãos de controle centenas de fatos envolvendo má gestão pública.

Apenas ao Ministério Público foram 15 as comunicações de irregularidades até aqui, incluindo a notícia de gastos excessivos com decoração de natal, compra de peças para a frota municipal e problemas diversos em licitações, desapropriações e contratação de pessoal.

A própria Câmara não escapa à atuação de Homero, que já pediu providências às autoridades por conta da aprovação de projetos de lei sem a estimativa do impacto orçamentário-financeiro, em violação à Lei de Responsabilidade Fiscal, e da absurda combinação, com a Prefeitura, de uma cota de indicação de R$ 400 mil em investimentos em 2018 para os vereadores da base do prefeito.

“O preço da liberdade é a eterna vigilância”. Divulgação das ações é constante

Evidentemente, o trabalho desempenhado incomoda muita gente, e Homero sofre reação. Não seria diferente em um país tão acostumado ao jeitinho e à contemporização. Mas Homero não tem recuado nem um milímetro sequer em seu trabalho. Homero acredita que o Poder Público deve observar a publicidade, a impessoalidade e a transparência de suas ações e acredita que funciona melhor e erra menos o governo que tem ciência de que suas ações são fiscalizadas. O Brasil não pode mais perder tempo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *