O Rei está nu no Tribunal de Contas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Em vídeo gravado ontem, dia 27 de setembro (sábado), Homero fala de sua experiência como ex-servidor do Tribunal de Contas do Paraná (TCE/PR) e da utilização política da instituição. Para Homero, “o rei está nu” no TCE há muito tempo, mas os Poderes Legislativo, Judiciário e Judiciário estaduais, além do Ministério Público, com raras exceções, têm permanecido omissos em relação às irregularidades cometidas no órgão. O pior desempenho fica por conta da Assembleia Legislativa, que não apenas tem sido conivente com as ilegalidades praticadas, como tem levado ao cargo de Conselheiro do Tribunal pessoas sem a qualificação necessária.

No vídeo, Homero afirma ainda que, como deputado estadual, quer liderar um movimento para impedir que os Conselheiros do TCE sejam indicados por critérios políticos, além de promover alterações decisivas no funcionamento da Corte.